Príncipe Corvo é o primeiro livro da Trilogia dos Príncipes de Elizabeth Hoyt

O Príncipe Corvo é o primeiro livro da Trilogia dos Príncipes de Elizabeth Hoyt, série de romance de época adulto originalmente publicado em 2006, mas que chegou ao Brasil pela editora Record apenas este ano. É um romance clássico e o tipo de livro que me lembra o motivo pelo qual eu amo tanto este gênero. O romance de estréia de Elizabeth Hoyt traz emoção e sensualidade com muita sofisticação e classe.

Os personagens não são novos para nós: Edward de Raaf, Earl of Swartingham um conde rico e poderoso com o coração endurecido pelo seu passado sombrio e Anna Wren uma pobre viúva inteligente e impetuosa desafiando os costumes e tradições de sua época.

Sinopse: O Príncipe Corvo –  Elizabeth Hoyt

[Resenha] O Príncipe Corvo - Elizabeth HoytAo descobrir que o conde de Swartingham visita um bordel para atender suas “necessidades masculinas”, Anna Wren decide satisfazer seus desejos femininos… com o conde como seu amante. Chega uma hora na vida de uma dama… Anna Wren está tendo um dia difícil. Depois de quase ser atropelada por um cavaleiro arrogante, ela volta para casa e descobre que as finanças da família, que não iam bem desde a morte do marido, estão em situação difícil. Em que ela deve fazer o inimaginável… O conde de Swartingham não sabe o que fazer depois que dois secretários vão embora na calada da noite. Edward de Raaf precisa de alguém que consiga lidar com seu mau humor e comportamento rude. E encontrar um emprego. Quando Anna começa a trabalhar para o conde, parece que ambos resolveram seus problemas. Então ela descobre que ele planeja visitar o mais famoso bordel em Londres para atender às suas necessidades “masculinas”. Ora! Anna fica furiosa — e decide satisfazer seus desejos femininos com o conde como seu desavisado amante.

Categoria: Romance| Páginas: 350|Editora: Record |Classificação 5/5 ❤

Príncipe Corvo é o primeiro livro da Trilogia dos Príncipes de Elizabeth HoytEdward retornou recentemente ao casarão de sua família, onde não havia pisado desde que era um menino. Depois de ter passado por inúmeros secretários e todos se demitirem em menos de uma semana devido ao seu temperamento forte e explosivo, ele cobra seu administrador a encontrar um substituto adequado para o cargo enquanto ele estivesse fora da cidade para tratar de negócios. Anna Wren negocia-se no papel de secretária de Edward. Certamente ele não esperava encontrar uma pequena mulher linda sentada na mesa de sua biblioteca em seu retorno. Apesar de não ser tão comum ver uma mulher trabalhando naquele posto, ele lhe dá uma chance e descobre o quanto ela é competente, a ponto de se tornar indispensável para seus negócios. A questão não é apenas por suas habilidades profissionais. Anna não é do tipo de mulher que abaixa a cabeça para qualquer um, nem mesmo para os homens, como seria o correto e isso de alguma forma deixa o conde extremante atraído, além disso, ela o da liberdade para falar de assuntos que nenhum cavaleiro falaria com uma dama e assim surge também uma relação de amor e amizade. Ambos, em silêncio, reconhecem a atração que sentem um pelo outro.

 Edward com seus trinta e poucos anos de idade sabe que precisa urgentemente de um herdeiro, ou caso contrario perderia todos os seus bens para a Coroa caso aconteça o pior, mas Anna é estéril. Por outro lado, ele não tem certeza se ela sente atração por ele. Sua família foi atingida pela varíola quando ele era apenas uma criança. A doença o dizimou todos os que amavam e deixou seu rosto horrivelmente marcado com cicatrizes.

O ponto de viragem no relacionamento vem quando Edward decide viajar para Londres para “negócios”, mas Anna sabe que na verdade ele ira a um bordel de classe alta. Anna não consegue suportar isso. Quando uma série de eventos ocorre e lhe da a oportunidade de posar como amante o conde, ela aceita. Então, sob o disfarce de uma máscara e um quarto mal iluminado, Anna experimenta a paixão de Edward, mesmo que ele não saiba que é ela.

Príncipe Corvo é o primeiro livro da Trilogia dos Príncipes de Elizabeth HoytConfesso que me senti preocupada neste ponto do enredo, pois um simples deslize da autora poderia comprometer toda a obra, mas Elizabeth conseguiu nos dar razões realistas para a duplicidade de Anna em enganar Edward. Suas ações não são inventadas e se encaixam com seu personagem e a crescente relação entre os dois.

O encanto de O Príncipe Corvo é a nitidez não só do amor que os protagonistas sentem um pelo outro, mas também a amizade e companheirismo, sentimentos raros nos relacionamentos que se formavam naquele século, onde os casamentos geralmente eram arranjados e visavam sempre o poder. Anna nunca o julgou pelos seus defeitos e aos poucos consegue quebrar os muros que Edward construiu para se proteger do mundo através de sua amizade. Anna e Edward serão sempre um dos meus casais favoritos.

Há um leve enredo secundário envolvendo uma ex-amante do falecido marido de Anna, mas felizmente a autora não deu tanta ênfase a isto, na realidade esta foi à forma pela qual Elizabeth nos faz compreender os motivos pelos quais Anna se sente tão bem ao lado do conde, tanto no dia-a-dia quanto na cama.

Príncipe Corvo é o primeiro livro da Trilogia dos Príncipes de Elizabeth HoytOs trechos de um conto de fadas sobre O Príncipe Corvo no início de cada capítulo são intrigantes. Normalmente, costumo ignorar as citações com as quais alguns autores tendem a iniciar seus capítulos, mas eu amei e aproveitei todas elas.

Tudo se junta em uma história bonita e sensual. Se este foi o primeiro livro da autora, acho que a Sra. Hoyt tem uma grande carreira pela frente. Aguardo com expectativa a leitura do próximo livro da série: O Príncipe Leopardo que inclusive já estou lendo, mas por hora recomendo vivamente O Príncipe Corvo.

assinatura-2B2.png

compartilhe:
Matilda Natália
escrito por Matilda Natália
Meu nome é Natália, tenho vinte e poucos anos, apaixonada por livros, filmes, moda, series, animais e todas as coisas relacionadas Once Upon A Time.